Sitemap.XML para Vídeos

Do mesmo modo que usamos o Sitemap.xml para enviar URL’s e imagens, agora veremos como enviar informações de nossos vídeos em uma determinada página.
Cada protocolo sitemap que você enviar pode ter no máximo 50.000 entradas, caso você precise enviar mais do que o limite, calma não chore, não se descabele, você pode criar um novo sitemap, mais a frente veremos como enviar um Sitemap.xml de sitemaps , más voltando aos vídeos.
O Google pode rastrear os seguintes tipos de arquivos de vídeo: .mpg, .mpeg, .mp4, .m4v, .mov, .wmv, .asf, .avi, .ra, .ram, .rm, .flv. .swf. Todos os arquivos devem estar acessíveis via HTTP

Tipo e aplicações de Sitemaps

Sitemap.XML
Sitemap.XML para Imagens
Sitemap.XML para Móbile
Sitemap.XML para artigos e notícias

Usando Sitemap.XML para enviar informações de nossos vídeos

No sitemap de vídeo devem ser incluídos link’s para a página de destino de um vídeo e algumas informações obrigatórias como veremos adiante. Assim como nos sitemaps já vistos, há também diversos elementos em um Sitemap de vídeo que são opcionais, mas eles fornecem informações úteis que podem aumentar seus resultados de vídeo e aprimorar a capacidade do Google de incluir seu vídeo nos resultados de pesquisas de vídeos.

Como ficaria seu Sitemap.XML com informações de vídeos

<urlset xmlns="http://www.sitemaps.org/schemas/sitemap/0.9"
xmlns:video="http://www.google.com/schemas/sitemap-video/1.1">
<url>
<loc>http://www.example.com/videos/some_video_landing_page.html</loc>
<video:video>
<video:thumbnail_loc>http://www.example.com/miniaturas/123.jpg</video:thumbnail_loc>
<video:title>Grelhando carne no verão</video:title>
<video:description>Alkis mostra como sempre fazer bifes
perfeitos</video:description>
<video:content_loc>http://www.example.com/video123.flv</video:content_loc>
<video:player_loc allow_embed="yes" autoplay="ap=1">
http://www.example.com/videoplayer.swf?video=123</video:player_loc>
<video:duration>600</video:duration>
<video:expiration_date>2009-11-05T19:20:30+08:00</video:expiration_date>
<video:rating>4.2</video:rating>
<video:view_count>12345</video:view_count>
<video:publication_date>2007-11-05T19:20:30+08:00</video:publication_date>
<video:family_friendly>yes</video:family_friendly>
<video:restriction relationship="allow">IE GB US CA</video:restriction>
<video:gallery_loc title="Videos de culinária">http://culinaria.example.com</video:gallery_loc>
<video:price currency="EUR">1.99</video:price>
<video:requires_subscription>yes</video:requires_subscription>
<video:uploader info="http://www.example.com/users/grillymcgrillerson">GrillyMcGrillerson
</video:uploader>
<video:live>no</video:live>
</video:video>
</url>
</urlset>

 Entendendo as Tags XML para vídeos

Aqui listarei somente as tags obrigatórias e (ou) mais importantes .

Tag <loc>

Como muitas este atributo e obrigatório, aqui colocamos a página de destino também conhecida como página de reprodução ou página de referência do vídeo.

Tag <video:video>

Tag obrigatória, aqui vão todas as informações do vídeo

Tag <video:thumbnail_loc>

Tag obrigatória, aqui deve ser apontada a URL para o arquivo de imagem em miniatura do vídeo. As imagens devem ter pelo menos 160 x 90 pixels e, no máximo, 1920 x 1080 pixels. O Google recomenda usar imagens nos formatos .jpg, .png ou. .gif.

Tag <video:title>

Tag obrigatória, aqui colocaremos o título do vídeo, e não deve passar de 100 caracteres.

Tag <video:description>

Tag obrigatória, aqui deve ser colocado a descrição do vídeo e deve conter não mais que 2048 caracteres.

Tags <video:content_loc> e <video:player_loc>

Tags obrigatórias, porém você devera colocar uma dentre as duas.

<video:content_loc>

Aqui devemos colocar a URL que direciona para o verdadeiro arquivo de mídia do vídeo. Cada arquivo deve estar em .mpg, .mpeg, .mp4, .m4v, .mov, .wmv, .asf, .avi, .ra, .ram, .rm, .flv, ou outro formato de arquivo de vídeo. Fornecer este arquivo permite que o Google gere miniaturas e visualizações do vídeo, e ainda pode ajudar o Google a confirmar seu vídeo.

<video:player_loc>

Aqui devemos colocar a URL que aponta para um player de um víde. No geral, essas são as informações no elemento src de uma tag <embed> e não devem ser as mesmas do conteúdo da tag <loc>.

Atributos Allow e Autoplay

O atributo opcional allow_embed especifica se o Google pode incorporar o vídeo nos resultados de pesquisa. Os valores permitidos são Yes ou No.
O atributo opcional autoplay tem uma sequência definida pelo usuário (no exemplo acima, ap=1) que o Google pode acrescentar (se apropriado) ao parâmetro flashvars para ativar a reprodução automática do vídeo. Por exemplo:

<embed src="http://www.example.com/videoplayer.swf?video=123" autoplay="ap=1"/>.

Tag <video:duration>

A tag <video:duration> não é obrigatória, porem recomendo que use-a, nela informamos ao Google qual a duração de nosso vídeo em segundos. O valor deve estar entre 0 e 28800s (oito horas)

Tag <video:expiration_date>

Esta tag só deve ser usada em caso de um vídeo tiver data para expirar, nela específicamos quando nosso vídeo ira ser retirado.
Os valores aceitáveis são a data completa (AAAA-MM-DD) e a data completa com horas, minutos, segundos e fuso horário (AAAA-MM-DDThh:mm:ss+DFH). Por exemplo, 2012-07-16T19:20:30+08:00.